Placa Arduino: Open Software e Open Hardware

Iniciativa Open Source.

O movimento Open Source Inovation (OSI) iniciou com o Eric Raymond e Bruce Perens em 1998 com o objetivo de promover e apoiar a criação de softwares com códigos abertos para os mais diferentes estilo de usuários programadores.

Além do software apresentar o código aberto, é necessário que ele atenda as seguintes características:

– O software deve ser distribuído livremente junto com a licença e o código fonte;
– A integridade do autor deve ser mantida;
– Não pode existir discriminação contra pessoas e grupos e não pode ter restrição a outros programas;
– A licença do software deve ser neutra em relação à tecnologia.

O ensaio ” A Catedral e o Bazar “, 1997 , de Eric Raymond é considerado como o manifesto do movimento Open source.

Eric Raymond argumentava que o software de código-fonte aberto seria melhor pois seria mais fácil de detectar e corrigir os erros por consequência de diversos programadores analisarem o código.

Software Closed Source x Open Source.

Software Closed Source:

Antes de explicar o que é um Open Software, vamos explicar o que é um Software Closed Source que é o mais comum em nossos dia a dia.

Os softwares de código fechado são sistemas utilizados pelos fabricantes do programa, ou seja , o acesso aos códigos é restrito e só pode ser acessado por programadores autorizados.

O usuário pode utilizar o software de acordo com as suas necessidades e ter acesso as informações que forem permitidas mas não pode alterar o código-fonte.

Por conta disso, todas as atualizações de correções e melhorias são publicadas apenas pela empresa desenvolvedora.

Software Open Source:

Software open source ou software de código aberto , como o nome já diz, é um software  com código-fonte aberto e legível para qualquer programador aplicar modificações na programação do programa. Basta que a distribuição do programa seja feita com os mesmos termos da licença original.

Open_source

Características de um Software Open Source:

Além de disponibilizar o código-fonte aberto para modificações, é necessário atender outras características:

Distribuição de licença e distribuição livre:

Quem utiliza o software tem direito sobre ele para realizar modificações e até distribuir para diversas pessoas depois de modificá-lo contanto que mantenha sempre as diretrizes da licença original.

A licença não pode impor restrição quanto a distribuição gratuitamente ou até mesmo quanto a venda do programa.

Integridade ao autor do código:

Conforme dito anteriormente, a licença do software não pode restringir a distribuição do código-fonte depois que ele tenha sido alterado.

Se acontecer a restrição, o software torna-se privado, portanto, a licença permite a distribuição do código-fonte modificado só que pode exigir que programas derivados tenham nome e número de versão diferente da versão original.

Trabalho derivado:

Como a licença open source do software permite modificações e trabalhos derivados no software, é necessário garantir que essas modificações sejam distribuídas com os mesmos termos da licença original.

Discriminação zero:

Qualquer pessoa pode utilizar o sistema open source e a definição da licença garante que todas as pessoas tenham acesso e direitos iguais de obter o software de forma livre. O uso não fica restrito apenas a programadores, empresas também podem utilizar a licença do programa.

Hardware Open Source.

Assim como existe o Software Open Source, existe o Hardware Open Source.

O Hardware Open Source é um objeto físico que é licenciado para que esse objeto possa ser estudado, modificado e distribuído por qualquer pessoa, dessa forma  é necessário o design do Hardware.

Hardware open source

O design do hardware é composto por desenhos mecânicos, esquemas eletrônicos, descrição de materiais, dados de layout e código fonte. Tanto o design e o software que impulsiona o hardware são liberados gratuitamente.

O criador original ganha feedback e potencialmente melhorias no design. Esse compartilhamento resulta em um grande retorno de conhecimento.

Características de um Hardware Open Source:

– O projeto deve ser distribuído com a documento e os arquivos originais do projeto para que possa ser estudado, modificado, distribuído e até comercializado.

– No documento deve está claro quais partes do hardware são distribuídos com a licença.

– A licença permite a distribuição, a modificação, a manufatura , a venda e uso de produtos desenvolvidos a partir dos arquivos originais do projeto e de projetos derivados mas não exige a cobrança de direitos autorais ou participação em vendas.

– A licença pode solicitar que documentos e projetos derivados do projeto original.

Arduino Open Source?

Arduino_Open_Source_Smart_Kits

Depois do que foi dito acima, podemos concluir que o Arduino faz parte do movimento open source.

Facilmente comprovamos isso pelo fato de existir diversas placas desenvolvedoras semelhantes ao Arduino no mercado ou pelo menos baseadas.

No próprio site oficial eles disponibilizam os arquivos licenciados de design originais do hardware. E o software de desenvolvimento, IDE, é de código aberto.

Além disso, há uma comunidade ativa que publica constantemente projetos com informações completas de hardware, montagem, componentes utilizados e código da programação utilizado.

Ficamos por aqui!

 

Carla Herminia

Estudante de Engenharia Mecatrônica pelo IFCE. Colaboradora da Smart Kits. Atualmente aprofundando-se no universo do Arduino e compartilhando aprendizado no blog da Smart Kits.

Post navigation

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arduino – Interface Através do Monitor Serial

Modelos e tipos de Arduino

Robô Otto e a Robótica Educativa