Modelos e tipos de Arduino

O que é Arduino?

Quando visitamos o site oficial do Arduino  encontramos uma breve explicação:  “Arduino é uma plataforma open-source de prototipagem eletrônica com hardware e software flexíveis e fáceis de usar, destinado a artistas, designers, hobbistas e qualquer pessoa interessada em criar objetos ou ambientes interativos.” Em poucas palavras, pode-se dizer que o Arduino é um pequeno computador que o programamos de acordo com a nossa necessidade. Atualmente no mercado há diversos modelos e tipos de Arduino para se adaptar a cada estilo de usuário.

 

O Arduino é uma plataforma eletrônica de código aberto baseada em hardware e software fáceis de usar, usados ​​para criar projetos eletrônicos. Com o Arduino, você pode planejar e criar dispositivos que possam interagir com os objetos ao seu arredor. As placas do Arduino são basicamente uma ferramenta para controlar a eletrônica. Eles são capazes de ler entradas com seu microcontrolador integrado (por exemplo, luz em um sensor, um objeto próximo a um sensor) e transformá-lo em uma saída (acionar um motor, tocar um alarme, ligar um LED, exibir informações em um LCD) .

No entanto, para fazer isso, você primeiro terá que programar a placa Arduino, você usa um aplicativo de software chamado Arduino IDE (ambiente de desenvolvimento integrado)  totalmente gratuito e simples de utilizar pois usa a linguagem C++ com pequenas modificações.

O início do Arduino:

O professor Italiano Banzi queria ensinar para seus alunos conceitos de programação e de eletrônica, porém existia um problema, não havia placas de baixo custo no mercado, e portanto isso dificultaria a acompra do produto por todos os seus alunos. Com isso em mente Banzi decidiu criar uma placa de baixo custo que fosse semelhante a estrutura de um computador para que seus alunos tivessem a oportunidade de aprendizado. O Arduino foi criada em 2005. O objetivo era elaborar um dispositivo que fosse ao mesmo tempo barato, funcional e fácil de programar, sendo dessa forma acessível a estudantes e projetistas amadores. O resultado vocês já sabem, o Arduino é um sucesso, utilizado por muitos e por consequência disso houve a criação de diversos tipos de Arduino para cada modelo se adaptar melhor ao projeto do usuário.

A equipe responsável pela criação do Arduino. A direita, o primeiro arduino.

Tipos de Arduino:

Há uma diversidade de modelos para cada necessidade do usuário. Surpreendentemente tem modelo que é do tamanho de um polegar, tem modelo que é circular e tem um modelo que parece um controle de vídeo game. Confira alguns dos modelos aqui embaixo.

        1. Arduino Pro Mini

O modelo Pro Mini é destinado a usuários avançados que exigem flexibilidade, baixo custo e pequeno tamanho. Ele vem com o mínimo de componentes (sem USB ou cabeçalhos de pinos) para manter o custo baixo. Certamente é uma boa escolha para quem quer deixá-lo embutido em um projeto.Arduino pro mini

        2. Arduino Fio

O modelo Fio é destinado para aplicações wireless (sem fio).  Ele tem conexões para uma bateria de polímero de lítio, inclui um circuito de recarga USB e um conector para módulo XBee está disponível na parte inferior da placa.

Arduino fio

        3. Arduino Nano

O modelo Nano é ideal para projetos compactos. Facilmente notamos que esse modelo tem o seu tamanho reduzido quando comparado aos demais.

Arduino nano

        4. Arduino Micro

O modelo Micro é parecido com o modelo Leonardo pois ambos têm a comunicação USB direta com o microcontrolador, portanto  não é necessário um processador secundário. Quando conectado ao computador, o Arduino Micro é identificado como se um mouse ou um teclado.

micro

        5. Arduino Uno

O modelo Uno é o mais conhecido e o mais indicado para quem está começando agora pois possui uma boa capacidade de processamento, uma simples utilização com seus periféricos e uma simples linguagem de programação que se assemelha com C++.  Faremos um post exclusivo falando com mais detalhes sobre ele.

Arduino uno

        6. Arduino Leonardo

O modelo Leonardo possui maior capacidade de processamento que a versão UNO e pode ser usado em projetos maiores, porém não é indicado para quem está começando, pois essa placa tem uma comunicação serial diferente das demais sendo necessário que o usuário tenha o conhecimento da sua linguagem de programação própria.

Leonardo

        7. Arduino Mega

O modelo Mega é conhecido pelo seu grande tamanho e por sua quantidade de pinos de entrada e saída. É indicado para projetos grandes por conta da sua  uma excelente capacidade de memória, além disso é muito indicado para novos usuários. A única desvantagem dele é preço, comumente ele custa o dobro do Arduino Uno. Além dessa versão, ele possui uma versão compacta que é o Arduino Mega 2560 pro mini.

Arduino mega

        8. Arduino Lilypad

A família de placas LilyPad Arduino, existe quatro modelos, foi projetada para aplicações vestíveis. Funciona com baterias recarregáveis ​​e permite fácil conexão com sensores e atuadores desenvolvidos para uma fácil integração em roupas e tecidos.  O LilyPad Arduino, o LilyPad Arduino Simple e o LilyPad Arduino Simple Snap são diferentes das placas Arduino habituais porque precisam de uma interface USB para Serial para serem programadas.

Lilypad

        9. Arduino Duo

O modelo Duo  é conhecido por ter super poderes. Ele é do mesmo tamanho e possui e mesma quantidade de portadas do Arduino Mega, mas o que o torna especial é o seu incrível processador ARM de 32 bits.

due

        10. Arduino Yun

O modelo Yun (Yun significa nuvem em chinês)  é basicamente o Arduino Leronado com sistema poderoso wireless rodando Linux Wifi. É ideal para projetos que precisam se conectar e interagir com servidores da web ou redes.

yun

        11. Arduino Esplora

O modelo Esplora parece um controlador de videogame e você pode utilizá-lo para controlar o computador como se fosse um mouse ou um teclado. Ele se diferente das outras placas por possui entradas e saídas já conectadas à placa e por conta disso  é diferente programá-lo, ele possui sua própria biblioteca especialmente para facilitar a leitura de entradas e de gravação de saídas.

esnopla

        12. Arduino Robot

O modelo Robot vem completo, possui dois processadores (um em cada placa) que não precisam de processadores ecundário pois ambos os têm comunicação USB. Junto a ele já vem incluso rodas, alto falante, display de LCD colorido, Leitor de cartão SD, teclado de 5 teclas, compartimento da bateria AA 4 alcalinas ou NiMH recarregáveis, sensores IR e muitos dos seus pinos são mapeados para sensores e controladores de motores.

Robot

        13. Arduino Ethernet

O modelo Ethernet  tem embutido em sua placa um network Ethernet, os pinos 10, 11, 12 e 13 são reservados exclusivamente para a interface com o módulo Ethernet  além disso, possui conexão Rj45 para conectar o cabo  diretamente à placa.

ethernet

        14. Arduino Pro

O modelo Pro é destinado para instalação semi-permanente, por esse motivo a placa vem sem conectores pré-montado, permitindo o uso de vários tipos de conectores ou mesmo a ligação de fios diretamente na placa ainda assim a  pinagem é compatível com os shields Arduino.

 

 pro

        15. Arduino Tre

O modelo Tre  ou o Arduino ” Tre chique ” é incrível, ele está mais para um pi raspberry  do que para um Arduino. O Tre é baseado no processador  de 1 GHz com nada menos que 512 MB de memória RAM DDR3, saída de som, saída HDMI, USB Host + dispositivos.

Arduino tre

 

Comparação entre Arduinos apresentados

 

Sensores e Atuadores

Apenas a placa Arduino não é o suficiente para fazer pequenos projetos, mas se você estiver afim de implementar automatizar o seu projeto será necessário usar sensores para fornecer informações de entrada e atuadores para excetuar uma resposta.

Sensor de presença, sensor de temperatura, sensor de peso e sensor de luminosidade são exemplos de dispositivo que fornecem informações de entrada ao Arduino.

Exemplo de entrada: Sensor de presença

 

     Relé, motor, buzzer e display são exemplos de dispositivos que o Arduino envia uma saída para executarem uma resposta.

Exemplo de atuador: Servo motor

Módulos e Shields

Os módulos e os shields têm como objetivo  de simplificar e de aumentar a funcionalidade de uma placa arduino com uma facilidade de conexão. Há muitos no mercado mas como exemplo podemos citar o módulo de reconhecimento de voz, módulo MP3, módulo Wireless, shield ethernet, shield LCD e shield joystick

Exemplo de módulo: Módulo reconhecimento de voz
Exemplo de shield: Shield Joystick

Conclusão

É inegável o sucesso estrondoso do Arduino, conforme foi visto durante o post, em 2005 foi criado essa ferramenta maravilhosa para solucionar problemas e facilitar a nossa vida. O mais interessante é que é um projeto que está em constante atualização, sempre é lançando  novos tipos de Arduino, sensores, atuadores, módulos e shields para atender melhor as nossas necessidades. Comenta aqui embaixo quais os modelos, tipos de Arduino que você não conhecia e achou interessante.

Ficamos por aqui!

O nosso próximo post de Arduino será dedicado especialmente ao Arduino Uno que certamente é o mais famoso entre nós e também  porque o utilizaremos para projetos que serão postados aqui no blog. Até próxima semana, pessoal! Sintam-se a vontade em entrar em contato conosco através das nossas redes sociais.

Carla Herminia

Estudante de Engenharia Mecatrônica pelo IFCE. Colaboradora da Smart Kits. Atualmente aprofundando-se no universo do Arduino e compartilhando aprendizado no blog da Smart Kits.

Post navigation

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como Programar o LilyPad Arduino

Arduino – Interface Através do Monitor Serial

Primeiros passos com o Arduino Mega WiFi